Integração via query SQL

Postado por Bruno Soares
3 de setembro de 2018

O Salescope Integrador pode ler os dados de seu ERP utilizando uma simples query de consulta ao banco de dados.

Você deve criar a query e salvá-la em um arquivo com extensão “.sql”, como, por exemplo, “query.sql”.

Esta query deve seguir algumas regras, que veremos nesse artigo.

  1. Apenas consulte
  2. Traga um item de venda por linha
  3. Selecione as informações necessárias

1 – Apenas consulte

A query deve ser uma instrução do tipo “SELECT”, ou seja, deve retornar uma lista de resultados sem modificar sua base de dados.

Se preferir, você pode criar uma “view” em seu banco de dados, contanto que a view seja invocada por uma instrução SELECT.

2 – Traga um item de venda por linha

O Salescope BI é focado em análises de vendas, por isso sua query deve primordialmente trazer suas vendas. Para que o Salescope possa analisar cada produto e valor vendido em cada venda, as vendas devem ser trazidas abertas, ou seja, agrupadas por item.

Por exemplo, veja como ficaria uma query que traga as vendas abertas de um banco fictício a seguir:

Perceba que relacionamos o cabeçalho das vendas (tabela Venda) com os produtos de cada venda (tabela VendaItem), a fim de trazer ambas as informações.

Note também que o “Select *” é uma simplificação da consulta; há alguns campos obrigatórios e outros adicionais que serão detalhados mais abaixo nesse artigo.

O resultado de nossa análise ficticia seria:

No exemplo acima, temos dois pedidos: o “Pedido 1” e “Pedido 2”.

O Pedido 1 possui dois produtos (produto A e produto B), e por isso tanto seu número quanto o nome do cliente cliente se repetem duas vezes, uma para cada item.

O Pedido 2 possui três produtos (produto A, produto C e produto F), e por isso aparece em três linhas da consulta.

Esse é a ideia de nossa query: trazer os itens de vendas abertos, repetindo as informações do cabeçalho do pedido ou dados do cliente quando houver mais de um item.

Agora que você já conhece o formato do arquivo e o formato de saída, falta apenas definir quais informações trazer.

3 – Selecione as informações necessárias

Você pode ter notado que em nossa consulta fictícia trouxemos campos de quantidade e valor, além das informações de pedido e clientes.

O Salescope permite que você traga dezenas de colunas de informações, que são categorizadas em 4 tipos:

  • Pedido: informações de cabeçalho de pedido, como número, data ou filial de emissão;
  • Item de pedido: detalhes do pedido, como quantidade e valor de cada item;
  • Cliente: nome de cliente, endereço e outras características do comprador do pedido;
  • Produto: nome do produto, marca, grupo, cor e outras informações do produto vendido.

Baixe a seguir o arquivo de layout com todas as colunas possíveis de serem importadas:


Note que no arquivo de layout há colunas “Obrigatórias”, “Recomendadas” e “Adicionais”.

As obrigatórias são exigidas pelo Integrador, e você deve trazê-las para poder realizar uma integração.

As recomendadas não são exigidas, porém liberam acesso a todos os módulos do Salescope BI e permite todas as formas de análise, por isso recomendamos não trazê-las apenas em casos em que a informação realmente não exista em seu sistema.

As adicionais são informações complementares que permitem um aprofundamento das análises por parte dos usuários, e podem inclusive serem adicionadas à query posteriormente, caso deseje.

Teste antes de criar sua query

Se preferir realizar um teste antes de criar sua query, você pode testar uma integração preenchendo manualmente uma planilha de exemplo.

Para isso, basta baixar a planilha a seguir e preenchê-la manualmente com suas vendas (ou parte delas).

Validando o arquivo de dados

Newsletter Salescope

Receba toda semana e-mails úteis com informações sobre o mercado e nosso produto.
WhatsApp
Agende uma
apresentação